Chevening: 6 dicas de uma brasileira que conquistou a bolsa

A bolsa de estudos Chevening não só garante que os bolsistas façam um mestrado no Reino Unido com tudo pago, mas também dá a oportunidade de inseri-los em uma rede composta por grandes líderes e profissionais que fazem a diferença em sua comunidade e país.


Quer integrar essa rede incrível e fazer um mestrado na terra da Rainha? Então acompanhe essas seis dicas de como fazer uma application que pode lhe aproximar da realização desse sonho!




1. Entenda o tipo de perfil que o Chevening busca O Chevening, em uma postagem nas redes sociais, definiu qual é o perfil que eles buscam: "we are looking for individuals with ambition, leadership potential, networking skills, and strong academic backgrounds". Ou seja, você precisará demonstrar, por meio das essays da candidatura, que possui:

- Ambição - aonde você quer chegar?

- Potencial de liderança - como você pode demonstrar que possui esse potencial de liderar e influenciar os outros?

- Networking - como você engrandece seu networking e utiliza de forma positiva suas conexões?

- Background acadêmico - você é um estudante dedicado e sabe explicar como o mestrado pode fazer a diferença na sua trajetória?


Dessa forma, se você possui esse perfil, é importante que o demonstre de forma clara na sua application.


Foto: Reprodução/Chevening FCO


2. Seus exemplos devem ser bem estruturados e objetivos A forma como você fala dos seus exemplos pode fazer toda a diferença nas suas essays. Eles devem ser claros, objetivos e demonstrar suas qualidades e perfil.


Como fazer isso? A minha dica é o método STAR. Segundo essa técnica, para que um exemplo seja efetivo, a sua narrativa deve abordar 4 aspectos: situação (S), tarefa (T), ação (A) e resultado (R).


A título exemplificativo, na essay de liderança o seu exemplo pode envolver uma atitude sua que provocou uma mudança positiva em determinada realidade. Então, seguindo a técnica, você descreverá qual era a realidade (S), por que era importante que ela fosse mudada (T), qual foi a sua ação para mudar aquele cenário (A) e qual foi o resultado desta atitude (R).


É claro que o uso dessa técnica não é determinante para sua seleção, mas poderá lhe ajudar bastante na hora de escrever os textos. A técnica também pode ser aplicada para o personal statement que você escreverá para as universidades e para eventuais entrevistas!



Leia também: Bolsa de estudos Chevening: por onde começar



3. Escreva, escreva, escreva É possível que, ao iniciar a aplicação para a bolsa, você trave na hora de escrever as essays ou fique confuso, sem saber o que escrever primeiro.


A aplicação do Chevening é, antes de qualquer coisa, um excelente exercício de autoconhecimento! Ela exige que você escreva sobre questões importantes, mas sobre as quais nem sempre pensamos com profundidade. Eu tive dificuldade, no início, para falar sobre networking. Somente quando escrevi sobre essa qualidade para o Chevening que percebi a rede maravilhosa de pessoas que fui capaz de construir e o quanto ela é importante para a minha trajetória.


Assim, para que você consiga romper essa barreira, minha dica é: escreva tudo o que vier à cabeça. Sempre que lembrar de um exemplo - na rua, ao acordar ou durante a janta - anote. Preocupe-se em reduzir o texto para a quantidade máxima de palavras mais tarde, pois no início o importante é reunir as informações mais relevantes em um documento.




4. Revise sua aplicação Depois de completar sua aplicação para a bolsa, revise todo o texto e os seus dados antes de submeter a versão final. É muito importante que todas as informações estejam corretas e completas.


Além disso, é muito importante que o texto esteja claro e sem erros gramaticais e ortográficos. Peça a um amigo que seja bom no inglês para ler seu texto e analisar a coerência e escrita.


5. Aproveite as informações disponíveis na internet Você tem acesso a um mundo de informações pelo seu computador, tablet e smartphone: aproveite! Alguns dos materiais disponíveis podem lhe ajudar (e muito!) na redação das suas essays e também na preparação para a entrevista.


O canal do UK in Brazil no Youtube possui uma série de vídeos muito interessantes. Não deixe de conferir também o material específico sobre a bolsa: vá na ferramenta de busca, digite "Chevening" e assista aos vídeos, que são riquíssimos! Vários deles contam com a participação de ex-bolsistas, o que permite ao espectador conhecer um pouco mais sobre a bolsa e aproveitar dicas diretamente da rede alumni do Chevening. Outro canal imperdível é o do Chevening Secretariat no Youtube.


Não deixe de seguir páginas como a do Chevening Awards (FCO), UK in Brazil e loveUK nas redes sociais. Por meio delas você poderá conhecer melhor as universidades, acompanhar dicas exclusivas e se ambientar cada dia mais com informações relacionadas ao Reino Unido.


Por fim, assine a newsletter do Chevening!



6. Não duvide do seu potencial A última dica é, na minha análise, uma das mais importantes: não duvide do seu potencial! Não se compare aos outros, pois cada pessoa tem uma trajetória única e todos podemos provocar uma mudança positiva na nossa realidade.


Quando te disserem que é muito difícil conseguir a bolsa, lembre-se de que muitos já conquistaram o "impossível". Portanto, dedique-se ao máximo e demonstre o que você tem de melhor, sem se comparar aos outros!


E aí, o que achou dessas dicas? Espero que tenha gostado!






Taís Fernanda Blauth é advogada, gaúcha e apaixonada pela cultura britânica. Cursará o mestrado em Política e Relações Internacionais na Durham University, com a bolsa de estudos Chevening. Compartilha dicas e rotina de estudos no Instagram @mestradoabroad.

Entradas recientes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • YouTube Social  Icon
  • LinkedIn Social Icon
Inscreva-se na nossa newsletter

Siga-nos

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White YouTube Icon

loveUK © 2016 - Todos os direitos reservados