7 motivos para estudar na Durham University

A experiência de fazer um mestrado no Reino Unido é única e inesquecível. Aprendo muito diariamente e, por mais que o nível de exigência do curso seja alto, com uma intensa carga de estudos, a universidade na qual estudo nos dá todo o suporte para nos desenvolvermos e superarmos as barreiras naturais que todos que fazem mestrado em uma instituição de excelência no exterior enfrentam.

Agora que já contei para vocês um pouquinho mais sobre como é morar em Durham, vou compartilhar alguns detalhes sobre a universidade. Para deixar esse post mais completo e colaborativo, coletei depoimentos de alguns amigos que estão estudando aqui. Espero que gostem!


1. É uma das melhores universidades do mundo Assim como diversas universidades britânicas, Durham é uma das melhores universidades do mundo. Recentemente foi eleita a quinta melhor universidade do Reino Unido, e essa colocação no ranking traduz o nível de excelência da instituição.


Esse é o prédio administrativo da Universidade. Foto: Germán Otálora Gallego


2. É uma das únicas universidades colegiadas do Reino Unido Talvez você já tenha ouvido falar que Oxford, Cambridge e Durham funcionam por meio de um sistema de colleges. Esse certamente foi um dos motivos que fez com que eu escolhesse a Durham University, pois era uma experiência que eu sempre quis vivenciar.


Esse foi um dos jantares do meu college, dentro do castelo de Durham. Foto: Davison Taylor


Toda a acomodação estudantil é organizada por colleges, e cada aluno pode escolher ou ser designado para um determinado college. No entanto, esse formato é muito mais do que somente a organização da acomodação para os estudantes: é uma comunidade que oferece apoio, desenvolve atividades, organiza eventos e garante que os alunos possam ter momentos de diversão com os amigos.


Esse é um dos prédios do meu college, o Ustinov College. Foto: Germán Otálora Gallego


Também é possível se envolver em algumas organizações, o que possibilita o desenvolvimento de novas habilidades e um engrandecimento do networking. Eu, por exemplo, sou voluntária do Café Politique, uma organização vinculada ao Ustinov College. Junto com outros alunos de mestrado e doutorado (dos mais diversos cursos!), organizamos eventos para debater alguns dos temas mais importantes da política internacional.


Esse foi um dos eventos que organizamos, com três palestrantes da Venezuela. Foto: Arquivo pessoal


3. Cursos para melhorar desempenho acadêmico A universidade oferece muitos cursos para aprender a trabalhar com diferentes softwares, para melhorar a comunicação escrita e falada na língua inglesa, para fazer boas apresentações de trabalho, entre tantos outros. O melhor, na minha opinião, são os workshops de escrita acadêmica. Sinto que melhorei muito minhas habilidades acadêmicas desde que cheguei aqui, o que se deve não só ao mestrado, mas também a todos os cursos extracurriculares (e gratuitos!) que fiz semanalmente ao longo de 4 meses. Para mim, esses workshops são uma espécie de "especialização" em pesquisa científica e redação acadêmica.

Confira o que o meu amigo Kushal Gautam, bolsista Chevening do Nepal, acha sobre os cursos: "Primeiramente, eu estou na Inglaterra e estou disposto aprimorar meu inglês e saber quais são os erros que cometo. Os cursos e workshops oferecidos pela universidade estão me ajudando muito a melhorar minhas habilidades acadêmicas com a língua inglesa. Os professores são muito amigáveis e nos ensinam muito sobre o estilo acadêmico de escrita, sempre focando o ensino na minha área de estudo e com base nos requerimentos do meu curso".


A vista de um dos andares da biblioteca, no outono. Foto: Germán Otálora Gallego

4. Consultoria especializada para essays e dissertação Além dos cursos, a universidade permite que os alunos tenham 3 encontros gratuitos por term com consultores do centro de língua inglesa da universidade, o que eles chamam de one to one consultation. Nesses encontros, o(a) consultor(a) pode ler qualquer documento acadêmico que o aluno quiser, como uma essay, por exemplo.

Esse especialista não só dará dicas de como melhorar a escrita acadêmica, mas também dicas sobre o formato e sobre aspectos importantes a serem considerados no desenvolvimento da essay, tudo de acordo com o departamento ao qual o estudante está vinculado. Essas consultas foram essenciais no começo do curso, já que pude entender melhor o que a universidade espera dessas produções acadêmicas, além de receber dicas personalizadas para escrever textos acadêmicos em inglês.


E esse caminho lindo do centro da cidade para a universidade? Foto: Germán Otálora Gallego


5. Setor de carreiras ativo Outra grande vantagem da universidade é o setor de carreiras, que está constantemente promovendo eventos importantes para o desenvolvimento profissional dos alunos e organizando feiras profissionais, nas quais dezenas de empresas apresentam seu negócio e estimulam alunos a enviarem seus currículos.

O site do setor também é repleto de oportunidades de voluntariado, estágio e emprego, na região, no país e até mesmo fora do Reino Unido. Foi nesse site que encontrei a vaga de estágio que eu fiz, no governo local.


Além disso, também é possível agendar consultas com os profissionais do setor, tanto para revisar currículo e cartas de motivação, quanto para pesquisar, em conjunto, as melhores oportunidades para o seu perfil. Ter esse suporte especializado (e gratuito) é excelente!

6. Designação de um mentor Outra vantagem do sistema de colleges de Durham, é a designação de um mentor para cada aluno (claro, se o aluno assim o desejar!). O mentor é uma pessoa com quem você pode contar, que estará sempre em contato, organizando jantares e encontros.


Os jantares com o(a) mentor(a) também são excelente oportunidades de conhecer os demais mentees. Foto: Arquivo pessoal

Minha mentora, por exemplo, me ajudou muito logo que cheguei em Durham, me dando dicas sobre a cidade, para que eu pudesse escolher um bom bairro para morar. Ela também preparou um chá da tarde inglês na casa dela no natal, apresentando para os mentees algumas das tradições natalinas dos ingleses.


Foto: Arquivo pessoal


Kushal conta a experiência dele com seu mentor: "Ao fazer o mestrado aqui, normalmente interajo apenas com estudantes. O fato do meu college ter designado um mentor é muito bom porque passo a saber sobre eventos locais e seus significados culturais, que vão de um almoço tradicional natalino, orquestra, observação de pássaros e muito mais. Ter um mentor me permite apreciar mais a cultura britânica que, tenho certeza, não poderia conhecer sozinho. Indico que todos que venham estudar na Durham University escolham ter um mentor".

7. A Durham University é parceira do loveUK! Por fim, é importante destacar que o loveUK é parceiro da Durham University! O que isso significa? Que você poderá contar com a assessoria especializada e gratuita deles.

Usei os serviços do loveUK para encaminhar meu visto e o visto de acompanhante do meu marido, o que me deixou muito mais tranquila ao longo de todo o processo. Nada melhor do que contar com a ajuda de um especialista para revisar sua application para o visto e tirar todas suas dúvidas, não é mesmo?!


O castelo de Durham. Foto: Germán Otálora Gallego

E aí, você já conhecia a Durham University? E o sistema de colleges?


Conheça outros textos da colunista:

Fui convocado para a entrevista do Chevening: e agora?

Chevening: 6 dicas de uma brasileira que conquistou a bolsa

Bolsa de estudos Chevening: por onde começar?

Entrevista Chevening: quais perguntas podem vir a ser feitas?

Como é estudar e morar em Durham?

Taís Fernanda Blauth é advogada, gaúcha e apaixonada pela cultura britânica. Cursa o mestrado em Política e Relações Internacionais na Durham University, com a bolsa de estudos Chevening.

Entradas recientes
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • YouTube Social  Icon
  • LinkedIn Social Icon
Inscreva-se na nossa newsletter

Siga-nos

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White YouTube Icon

loveUK © 2016 - Todos os direitos reservados